Search
Close this search box.

Farmácias do SUS terão de divulgar estoques de medicamentos na internet

As informações de estoques nas farmácias da rede pública, como nos postos de saúde, terão de ser atualizadas a cada 15 dias. 

As farmácias de unidades públicas de Saúde vinculadas ao SUS terão de disponibilizar na internet informações sobre os estoques de medicamentos para todas as pessoas. A atualização dos dados terá de ser quinzenal. A determinação é da Lei nº 14.654/23, sancionada sem vetos e publicada nesta quinta-feira (24) pelo presidente em exercício, Geraldo Alckmin (PSB). Com origem no PL 9300/2017, a lei acrescenta dispositivo à lei orgânica da saúde (Lei nº 8.080, de setembro de 1990).

O autor do projeto, ex-deputado Eduardo Cury (PSDB-SP) argumentou que a divulgação trará transparência aos processos de gestão do bem público, facilitando o controle dos estoques, o planejamento das compras e licitações e dificultando fraudes e desperdício. A medida beneficia duplamente a população, que saberá os locais onde estão disponíveis os medicamentos que necessita.

Prefeitura do interior paulista foi pioneira na transparência das farmácias do SUS

O então deputado federal se inspirou na Prefeitura Municipal de São José dos Campos (SP), que naquele ano implementou a divulgação dos estoques diários dos medicamentos nas unidades de saúde, disponibilizados para a população. “Tal iniciativa, além de inovadora, busca prestar contas à população e facilitar o acesso dos usuários aos medicamentos fornecidos pela rede pública de saúde”, justificou.

A nova legislação entra em vigor 180 dias após a sua publicação. Esse tempo é necessário para a adequação dos sistemas de informação.

O Ministério da Saúde já disponibiliza lista simplificada dos medicamentos do programa Farmácia Popular do Brasil, que faz parceria com a rede privada de drogarias. Nela aparecem os tipos de medicação voltados à atenção primária à saúde, que podem ser retirados na rede, mas as quantidades disponíveis não são informadas, nem há atualização frequente dos dados.

Por Cida de Oliveira 

Fonte: Rede Brasil Atual – RBA

Comunicação/Cal/Pública/2023 

Compartilhe essa notícia
Últimas notícias da categoria:
Criação do INPSU – Instituto Nacional do Regime Próprio de Previdência Social da União
28 de setembro de 2023
Senado vai contra STF e aprova marco temporal para demarcações de terras indígenas
28 de setembro de 2023
É Plano de Carreira ou greve! Servidores do meio ambiente aprovam paralisação geral dia 28/9
26 de setembro de 2023
Filie-se

Traga sua entidade para a Pública

Faça parte da Central dedicada exclusivamente ao Serviço Público.

A filiação à Pública garante participação em um grupo forte, coeso, que compartilha dos mesmos ideais e objetivos em uma rede de proteção dos serviços públicos e dos servidores brasileiros.

Inscreva-se em nossa

Newsletter

Receba nosso conteúdo informativo diretamente em seu e-mail