Search
Close this search box.

Mais de 150 servidores comparecem à audiência sobre o plano de carreira e pressionam governo do estado

Entidade sindical filiada à Pública Central do Servidor, SINDSEMA MG, mobilizou a sua base no último 7 de julho, para a audiência pública na Comissão de Participação Popular da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, que tratou sobre o Plano de Carreira da categoria, acordo junto ao governo do estado homologado pelo Poder Judiciário em 2016 e até hoje não cumprido.

Conforme informou o advogado do Sindicato dos Servidores Públicos do Meio Ambiente no Estado (Sindsema), Joelson Dias, decisão do Tribunal de Justiça (TJMG), do último dia 28 de junho, determina 15 para criação do Grupo de Trabalho Seplag/Semad/Sindsema e 45 dias para atualização do plano de carreira homologado judicialmente em 2016. Em seguida será enviado para a ALMG para avaliação e implementação para a categoria do meio ambiente de Minas Gerais.

Segundo o advogado, o argumento do Estado de que a reestruturação das carreiras esbarra nos limites com gasto de pessoal estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) foi desmentido pelo próprio governo em sua manifestação na Justiça, quando foi informado que ainda não havia sido atingido o limite prudencial.

Mais de 150 servidores estaduais do meio ambiente comparecem à ALMG para pressionar o governo do estado a homologar o novo Plano de Carreira. A audiência contou ainda com a presença de diretores do SINDSEMA MG e da presidenta do Sindicato, Regina Pimenta, além de parlamentares que apoiam a reivindicação, como Dr. Jean Freire (PT-MG), Lohanna França (PV-MG) e Bella Gonçalves (Psol-MG). A deputada federal Ana Pimentel (PT-MG) participou via teleconferência.

Minas Gerais paga o pior salário

Regina Pimenta, presidenta do Sindicato dos Servidores do Meio Ambiente de Minas Gerais. 

A presidente do Sindsema, Regina Pimenta, destacou na sua intervenção durante a audiência que o governo de Minas Gerais paga hoje o pior salário do Brasil aos servidores do setor.

“O atual plano é repleto de travas e para avançar na carreira dentro deste regime atual, precisa de 46 anos. O novo plano de carreiras abrange não só a revisão salarial, mas também o fortalecimento das políticas ambientais”, destacou Regina. 

Levantamento do Sindsema aponta que o impacto financeiro do reajuste e dos novos critérios para progressão e promoção pactuados é de R$ 92 milhões, enquanto a Semad arrecadou, com o trabalho desses profissionais, mais de R$ 1 bilhão em 2022.

Algumas das fontes de arrecadação são autos de infração, visitas a unidades de conservação e a cobrança pelo uso de recursos hídricos.

Regina ainda defendeu a inclusão das atividades do meio ambiente naquelas consideradas essenciais no Estado. Isso porque, segundo ela, toda vez que o Executivo ganha fôlego e sai dos limites de gasto com pessoal, são as carreiras da educação, segurança pública e saúde aquelas convidadas a negociar. 

Oposição quer obstruir pauta de votações

O deputado Jean Freire (PT) e as deputadas Lohanna (PV) e Bella Gonçalves (Psol) manifestaram apoio às cobranças dos servidores e defenderam a obstrução das votações em Plenário, na retomada dos trabalhos parlamentares a partir de agosto, caso o governo não envie o projeto com o novo plano de carreiras.

Fotos: Comunicação Sindsema e Ricardo Barbosa/ALMG

Comunicação/Cal/Pública/2023 

Compartilhe essa notícia
Últimas notícias da categoria:
Criação do INPSU – Instituto Nacional do Regime Próprio de Previdência Social da União
28 de setembro de 2023
Senado vai contra STF e aprova marco temporal para demarcações de terras indígenas
28 de setembro de 2023
É Plano de Carreira ou greve! Servidores do meio ambiente aprovam paralisação geral dia 28/9
26 de setembro de 2023
Filie-se

Traga sua entidade para a Pública

Faça parte da Central dedicada exclusivamente ao Serviço Público.

A filiação à Pública garante participação em um grupo forte, coeso, que compartilha dos mesmos ideais e objetivos em uma rede de proteção dos serviços públicos e dos servidores brasileiros.

Inscreva-se em nossa

Newsletter

Receba nosso conteúdo informativo diretamente em seu e-mail