Pública leva o seu azul ao grande Ato Fora Bolsonaro em todo o Brasil

Brasília, assim como várias outras cidades brasileiras, amanheceu nesse sábado (19/6) mais azul, com as bandeiras da Pública Central do Servidor tremulando no grande Ato Nacional convocado por Centrais Sindicais, Movimentos Sociais e Partidos Políticos.

Espírito Santo-ES

 

Minas Gerais-MG

As pautas que prevaleceram nesse grande evento foi o “Fora Bolsonaro”, a “vacina para todos”, “auxílio emergencial de R$600”, “mais empregos”entre manifestações de Indios que fizeram suas danças ritualisticas contra o genocídio.

 

 

 

São Paulo-SP

Muitas faixas, pinturas nos rostos e cartazes dando um recado direto para o governo federal, pedindo  imunização para todos os brasileiros e pelo impeachment do presidente Bolsonaro. Não houve ocorrências importantes num ato marcado pela criatividade e que transcorreu de forma muito pacífica.

 

 

 

Rio Grande do Norte-RN

As manifestações dessa manhã (19/6) são inspiradoras e agregadoras, pois move organizações e trabalhadores, todos num mesmo balaio de perseverança contra as políticas nefastas do governo.

Em Brasília, o Ato foi marcado pela indignação da população com o governo que denunciou com gritos de guerra o descaso dedicado aos brasileiros e as atitudes que colocam cada vez mais vidas em risco, uma vez que a pandemia segue fazendo mais vítimas.

A população está reagindo enquanto chegamos a meio milhão de óbitos por Covid-19, com a taxa de contaminação também em alta. Disse uma manifestante aos berros “se o presidente realmente tivesse preocupado com a economia do pais teria levado a sério essa doença maldita desde o início, mas ele preferiu negligenciar e incentivar as pessoas para que não se precavessem”.

As privatizações e a reforma administrativa (PEC-32) também estavam no radar dos manifestantes que marcharam com grande entusiamo para a grande concentração desse sonoro “Fora Bolsonaro”.

A todo instante o  carro de som lembrava as pessoas que se mantivessem dentro de um distanciamento adequado e que não tirassem suas máscaras, afinal para voltar às ruas nesses dias só mesmo com a máxima proteção, sem abrir mão da luta contra os malefícios de um governo totalmente descomprometido com a sociedade brasileira e seus trabalhadores.

Foi um 19 de junho muito especial e que certamente mostrou a força dos que não desistem da luta em favor da vida e dos direitos constantemente ameaçados pelos os que deveriam proteger o povo.

A Pública Central do Servidor sente-se honrada em aumentar esse grande coro nacional contra os que trabalham por um Estado Mínimo e não valorizam os servidores nas frentes contra o terrível e letal vírus que vem matando mais brasileiros. É um alento saber que mesmo com toda sorte de violações de direitos constitucionais promovidas pelo governo, ainda há muita disposição desses grandes brasileiros que seguem lutando incansavelmente.

Comunicação/Pública/Cal/2021

Rolar para cima