Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/publica/domains/publica.org.br/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 39

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/publica/domains/publica.org.br/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 39

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/publica/domains/publica.org.br/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 39

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/publica/domains/publica.org.br/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 39
Governo tenta adiar Fundeb para 2022 e quer dividir recurso com Renda Brasil - Pública | Central do Servidor
Search
Close this search box.

Governo tenta adiar Fundeb para 2022 e quer dividir recurso com Renda Brasil


Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/publica/domains/publica.org.br/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 39

A Câmara planeja iniciar na próxima semana a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que renova o Fundo

A Câmara planeja iniciar na próxima semana a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que renova o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), principal mecanismo de financiamento da educação básica. Distante das discussões desde o ano passado, o governo Jair Bolsonaro (sem partido) tenta desidratar o texto.

Ontem (18), dois dias antes da votação na Câmara, o governo sugeriu a líderes partidários que o Fundeb só começasse a vigorar a partir de 2022 e que a complementação adicional da União fosse repartida com o Renda Brasil, programa que deve substituir o Bolsa Família.

A Pública Central do Servidor que na última sexta-feira (17) se uniu às demais Centrais Sindicais em uma Nota em defesa do Novo FUNDEB (republicada no final dessa matéria), não se surpreende com o governo federal que vem se opondo à sua aprovação desde o início, ainda que o mesmo represente a sobrevivência da Educação Básica no Brasil, o que não sensibiliza em nada o mandatário da nossa república. 

Continuemos de olhos abertos acompanhando a votação que está prevista para o início da semana e preparados para unirmo-nos ainda mais contra as forças divergentes à Educação do país, justamente vindas dos que deveriam priorizá-la.

No link abaixo, a íntegra da Nota em Defesa do Novo FUNDEB Permanente.

NOTA DAS CENTRAIS – FUNDEB

Comunicação/Cal/Pública/2020 

 

 

 

Compartilhe essa notícia
Últimas notícias da categoria:
Criação do INPSU – Instituto Nacional do Regime Próprio de Previdência Social da União
28 de setembro de 2023
Senado vai contra STF e aprova marco temporal para demarcações de terras indígenas
28 de setembro de 2023
É Plano de Carreira ou greve! Servidores do meio ambiente aprovam paralisação geral dia 28/9
26 de setembro de 2023
Filie-se

Traga sua entidade para a Pública

Faça parte da Central dedicada exclusivamente ao Serviço Público.

A filiação à Pública garante participação em um grupo forte, coeso, que compartilha dos mesmos ideais e objetivos em uma rede de proteção dos serviços públicos e dos servidores brasileiros.

Inscreva-se em nossa

Newsletter

Receba nosso conteúdo informativo diretamente em seu e-mail