Dia 6 de agosto vai ter luta contra reforma da Previdência

A luta em defesa da aposentadoria continua. O Dia Nacional de Atos e Mobilizações contra a segunda votação da reforma da Previdência será em 6 de agosto. Haverá protestos em todo o país e os metalúrgicos não podem ficar de fora. O Sindicato vai organizar uma caravana com saída de São José dos Campos para São Paulo, aberta aos trabalhadores de todas as categorias.

A reforma da Previdência já foi aprovada em primeiro turno pela Câmara dos Deputados, mas para ser aprovada em definitivo deverá passar por nova votação. Serão necessários pelo menos 308 votos antes de seguir para a próxima etapa: o Senado.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), promete realizar o segundo turno de votação no dia 6. Por isso, é preciso pressionar os parlamentares a votar contra a reforma.

Se as mudanças na lei previdenciária forem aprovadas, a aposentadoria de milhões de brasileiros estará ameaçada. 
A caravana organizada pelo Sindicato sairá às 15h de São José dos Campos, com destino à Avenida Paulista, para que os trabalhadores da região se juntem aos outros manifestantes.

Os ônibus sairão da Rua Maurício Diamante, centro. Para participar, basta se inscrever pelo telefone 3946-5308.

“De nada adianta as emendas que foram feitas no texto original da reforma. É preciso derrubá-la na íntegra. Vamos jogar peso nessas manifestações e mostrar para o governo Bolsonaro e Congresso Nacional que não estamos dispostos a abrir mão de nossa aposentadoria”, afirma o presidente do Sindicato, Weller Gonçalves.

A Pública está engajada, junto com todas as entidades que representam, para barrar o fim dessa Previdência proposta pelo governo.

Fonte: Sindicato dos Metalúrgicos

Pública/Comunicação/2019

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*